Depois das Cinco

Depois das Cinco é livro objeto que reflete sobre a memória das coisas, assumindo o acaso como agente criador de imagens, onde tanto a mancha formada pela folha de chá como a impressora jato de tinta são responsáveis por ela. É um trabalho que caminha pela experimentação, buscando novos suportes para a fotografia.

Trata de um tempo onde não existe tempo, de um espaço imaginário que é roubado pela fotografia, é o registro de um universo particular de sonho e imaginação. É o caminho, um convite para um lugar novo, onde a realidade se mistura com a ficção. É uma fração de tempo, é um espaço perdido, um espasmo muscular. Um suspiro. Um sopro. Uma brisa de outono no rosto.

As imagens são impressas em um suporte não usual, com transparência e com pouca definição, convidam o espectador a transitar por um espaço flutuante que dissolve no ar. 

2012, jato de tinta sobre papel filtro para chá usado

  • Instagram
  • vozes agudas